quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Doa-Dor


Se teu amor é maior do que teu ego
e não o suportas pois seu peso
é tão grande de tão leve...
como o peso do cheiro de uma flor
e te encaminha pelo atalho da entrega.

Pinta-lo de ódio e fechá-lo acorrentado
dentro da masmorra do olvido...
mas, não fique quieto nem sozinho
para não ouvir seus gritos de dor
pois que todo amor nasceu para ser livre.

2 comentários:

Edgar Alejandro disse...

obrigado por colocar este texto, espero que gostem e novamente parabéns pelo blog bem desenhado, beijos

REGGINA MOON disse...

Marly,

Maravilha de postagem com o poema de nosso querido Edgar.Bela escolha...

Parabéns!!!

beijos,

Reggina Moon